WhatsApp

69 9205-8984

Lazinho requer audiência pública para tratar da militarização das escolas estaduais - Jaru na Web

Política

27/06/2017 às 11h00 - Atualizada em 10/07/2017 às 11h00

Lazinho requer audiência pública para tratar da militarização das escolas estaduais

André Medenski da Silva
Jaru - RO
FONTE: assessoria lazinho da fetagro

Segundo o parlamentar, a medida ajudará as escolas públicas com os altos índices de violência e tráfico


 


O deputado Lazinho da Fetagro (PT) requereu à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa a realização de uma audiência pública para tratar da militarização das escolas estaduais de Rondônia.


Segundo o parlamentar, a discussão será importante, já que o projeto pode ser aprovado logo pela Casa Legislativa. "Existem várias formas de educação. Não se sabe qual é a certa ou qual é a errada, mas esse novo sistema poderá ser implantado e devemos esclarecer os serviços que serão prestados junto à população", afirmou.


De acordo com a indicação, a militarização vem com o objetivo de diminuir os índices de bullying, violência e tráfico de drogas nos colégios estaduais, que possuem um sistema de segurança precário.


"O sonho de todo pai, acredito eu, é saber que seu filho faz o que é certo não por medo de ser punido, mas porque é certo. O problema não é dizermos se é bom ou ruim. Se esta é a melhor medida ou não, mas sim discutir com a população o que essa ação traz", ressaltou.


Ainda segundo documentação, o deputado afirma que a medida já foi tomada em outros Estados, como Goiânia, Recife e Manaus e, recentemente, foi implantado também no município de Ji-Paraná.


 


A audiência pública está marcada para o dia 14 de agosto, às 15 horas, no Plenário da Casa de Leis.

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Copyright 2015 - 2017 :: Todos os direitos reservados